Translate

Quem sou eu

Minha foto

Um pouco de mim se conhece naquilo que posto.

sexta-feira, fevereiro 24, 2017

O Afeto é Revolucionário

Pessoas duras e rígidas não conseguem se relacionar de forma satisfatória com o meio exterior. Há um bloqueio de energias afetivas e emocionais. Não se consegue mais dar e receber carinho ou afeto de qualquer espécie. Logo, se tornam incapacitados de interagir, de amar e serem amados.

Os bloqueios impedem ser  carinhosos e amorosos. Ficam violentos com facilidade e não conseguem manifestar seu amor verdadeiramente ao outro. Eles se sentem vazios e  percebem que nada está sendo trocado. Na verdade um não pode sentir o outro.

 Vivemos em tempos de instabilidade. Amor e trabalho encontram-se em profundas transformações. Se no passado eram vistos como formas seguras de convivência, ao mesmo tempo eram rígidos e nem sempre democráticos. Hoje há muita instabilidade nesses dois aspectos da vida.
Diante das inseguranças no amor e incertezas no trabalho, as pessoas pretendem compromissos emocionais seguros no trabalho e no amor. Trabalho e amor exigem dedicação.
A busca de sucesso no trabalho, assim como as inquietudes em relação ao trabalho podem levar a perda da importância da família ou das relações amorosas. Essas relações tornam-se rígidas e burocráticas. Um “compromisso” social, sem afeto.

Algumas das causas da dificuldade de uma relação permanente estão no enfraquecimento do desejo sexual e na falta de ternura entre os parceiros.
Ser potente é quando não dissociamos a sexualidade terna e a sensualidade.
Quando uma emoção é gerada no interior psíquico de um ser humano ela libera uma quantidade de energia que passará a fluir em forma de ondas por todo o corpo humano. Essa energia interagirá com todas as células do corpo humano. Assim ocorre a interação corpo e mente.
Tania Jandira R. Ferreira
Fevereiro/2017.